Novo curso superior promete resolver gargalo de eficiência agrícola em Mato Grosso

23/10/2019 - 16h48

“Chegamos ao limite do tamanho e velocidade das máquinas. Agora, o nosso desafio é fazer mais com menos. Cada semente é uma unidade produtiva, cada gota tem que cair no lugar certo. Essa é a nova revolução e precisamos de gente qualificada para isso”. A fala é do presidente da John Deere Brasil, Paulo Herrmann, durante a aula inaugural do curso de Agrocomputação da Fatec Senai MT, na noite de ontem (22), em Rondonópolis.

O evento também marcou a assinatura do termo de compromisso entre sete empresas do agronegócio - John Deere, Fundação André e Lúcia Maggi, Aster Máquinas, Agro Baggio, Primavera Máquinas, Iguaçu Máquinas e SLC Agrícola - e a Fatec, para a cessão de 33 bolsas de estudos, além de diversas bolsas-auxílio de R$1.000. A segunda turma de graduação na área de Agrocomputação tem início segunda-feira (28/10).

Para o presidente da John Deere Brasil, o lançamento do curso é um momento histórico para a educação profissional de Mato Grosso. “Nós vamos ter uma grande problema. Muito mais empresas querendo contratar os jovens do que jovens para serem contratados. Vamos pegar o estudante que está buscando uma oportunidade e criar uma carreira pra ele, pra que não tenha que sair do estado ou município onde vive. Profissionais dinâmicos, espertos e agressivos para trabalhar”, afirmou.

Durante a palestra, Paulo Herrmann lembrou que o estigma de que no Brasil só existem máquinas velhas e ultrapassadas deixou de existir e que hoje muitos lançamentos da empresa ocorrem primeiro aqui, por ser o país referência mundial no agro. A meta agora é usar os equipamentos até a exaustão da eficiência. “A máquina entra como um fator de otimização, aumento de produtividade e também um fator de atração do jovem que antes era do campo, foi pra cidade e agora está de volta a um novo campo, totalmente automatizado”, pontua.

Rosana de Fátima de Abreu deixou Cuiabá e foi morar em Rondonópolis para garantir vaga na primeira turma do curso de Agrocomputação no início deste ano. “Minha família sempre trabalhou na agricultura e exercer a profissão dos meus pais é muito gratificante pra mim. Quando vi o curso, fiquei completamente encantada e vi a importância de participar desse momento”.

A diretora regional do Senai MT e geral da Fatec, Lélia Brun, evidenciou a competência dos professores do curso. “Tenho a certeza de que nossa equipe conduzirá todas essas aulas com muita responsabilidade. Sintam-se privilegiados, pois o curso poderia ocorrer em qualquer parte do país, mas nós vamos onde a necessidade está. O momento de vocês é agora”.

Galeria de Fotos

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT / CEP 78049-940