Desafios do ensino aprendizagem em tempos de pandemia é tema de formação de professores

21/07/2020 - 09h45

A pandemia causada pelo coronavírus impôs a necessidade de formação continuada para docentes e de contemplar pontos essenciais na construção de aprendizagem, principalmente nos aspectos de tendências tecnológicas e de metodologias ativas. Para preparar seu quadro de educadores para lidar com estes novos tempos e com a nova maneira de conceber a aprendizagem, o Sesi Escola iniciou no sábado (18.07) uma formação para elevar e melhorar a qualidade do processo em suas unidades.

Neste período de quarentena, os profissionais se voltaram para o ensino online e, em poucas semanas, fizeram um excelente trabalho ao adaptar a rotina diária para conseguir oferecer conteúdo de qualidade aos alunos remotamente.

Diante dessa nova realidade, a capacitação realizada pela Somos Educação, companhia parceira no material didático e assessoria metodológicos, via Teams, aborda as principais características das aulas síncronas (online, em tempo real) e assíncronas (aulas gravadas e disponibilizadas em plataformas) para intensificar o desenvolvimento de competências e habilidades. Atividades práticas e avaliação processual em tempos de pandemia estão entre os temas. A segunda etapa da formação tem início no próximo dia 04 de agosto e segue durante toda a semana.

O professor de Matemática Emerson Ferreira da Silva, da unidade de Cuiabá, afirma que o treinamento é importante em tempos de ensino remoto. “É tudo muito novo, então, as conversas e os debates foram muito proveitosos, tanto na formação do professor, quanto ao conhecimento adquirido, principalmente na questão do ensino a distancia, avaliação e os métodos que levam o processo de ensino e aprendizagem. Foi enriquecedor”.

Quem também aproveitou os ensinamentos foi a professora Alessandra Nobre Felfili, do 1º ano do Ensino Fundamental I, do Sesi Escola Várzea Grande. Para ela, a abordagem sobre videoaulas foi muito proveitosa e mostrou que é possível adquirir novas visões de mundo. “Precisamos motivar nossos alunos, promover atividades que permitam maior participação deles, fazendo com que sejam protagonistas. Além disso, nos deu oportunidades de pensar em outras possibilidades no que diz respeito à avaliação”, menciona, destacando que a educação a distância tem potencial para desenvolver muito a autonomia do estudante..

De acordo com o gerente de Educação do Sesi MT, Carlos Braguini, o Sesi Escola acredita que um dos pilares de sustentação da prática pedagógica é o professor, por isso, investir em capacitação é uma premissa primordial. “A formação dos educadores é parte fundamental para evolução da educação que nossos estudantes recebem. A pandemia nos trouxe novos desafios e adaptamos a capacitação para reforçar as competências necessárias para este novo cenário de distanciamento social e aulas remotas".

Braguini lembra ainda que é um grande desafio criar um modelo de aulas remotas – utilizando recursos digitais, a partir da casa dos estudantes – e também para desenvolver competências e habilidades dos educadores e profissionais da educação. “E um processo de transformação que diz respeito a novas e melhores maneiras de ensinar, em uma efetiva ressignificação e entrega de todo o corpo docente”, finaliza.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT / CEP 78049-940