Estudantes do Sesi Senai realizam ação social no Abrigo Bom Jesus de Cuiabá

10/10/2019 - 11h12

Há dois meses, os alunos do Ensino Médio do Sesi Senai de Cuiabá e Várzea Grande decidiram levar ações de cidadania aos moradores do Abrigo Bom Jesus de Cuiabá. Além de promover momentos de interação entre os jovens e os idosos da casa, o projeto ‘Um Dedo De Prosa’ é voltado para atividades culturais, manicure, jogos de tabuleiro e baralho, além de doações.

As visitam ocorrem periodicamente às quartas-feiras e a unidade escolar promove um rodízio entre os alunos, para que todos passem pela experiência. O objetivo é fazer com que os estudantes desenvolvam o senso de solidariedade e amor ao próximo.

No último dia 09, além das atividades, os estudantes fizeram a entrega de cerca de 250 litros de produtos de limpeza à instituição filantrópica – arrecadados durante uma gincana promovida entre as turmas, como parte do Pojeto Escolhas.

Marcela Nascimento, 15 anos, aluna do 1º ano A, do Sesi Senai Cuiabá, aponta que a ação é muito gratificante para os estudantes. “Algo simples que fazemos, que para nós não significa muito, mas para quem precisa é uma grande atitude. É importante valorizarmos todas as pessoas. Se nós fazemos o bem e compartilhamos amor, nós transformamos a vida de uma pessoa. Os idosos do abrigo ficaram muito felizes e isso é sinal de que estarmos presentes é necessário”, apontou.

A amiga e companheira no projeto Tammy Gabriele de Souza, 16 anos, do 2º ano do Sesi Senai, é presidente do grêmio que teve a iniciativa de criar o projeto. Ela declara que no início os estudantes estavam receosos por não saber como seria a convivência, porém, atualmente, todos fazem questão de participar.

“Com o passar o tempo, fomos nos adaptando e sendo tocados pela situação de solidão vivida pelos idosos. Muitos deles não têm familiares e não recebem visitas frequentes. A gente acaba criando afeto e amor por eles”, frisa.

Mudança no comportamento

Com quase 80 anos de fundação, o Abrigo Bom Jesus de Cuiabá atende atualmente 73 homens e mulheres, entre 65 e 90 anos.

Jacira Santos de Almeida atua como cuidadora e trabalha com terapias ocupacionais com os idosos da instituição. Ela aprova a iniciativa dos estudantes de realizar as visitas e de doar um pouco do seu tempo ao próximo. “Os idosos ficam muito felizes com a presença das crianças e adolescentes, percebemos, inclusive, mudança no comportamento. Eles ficam mais tranquilos, alegres e animados”.

A cuidadora ressalta que, habitualmente, ao fim de cada visita, os moradores questionam se e quando os estudantes irão voltar. “Ficam ansiosos pela próxima visita. Além da questão emocional, a ajuda que a escola trouxe é de grande valia para nós. Os produtos doados possibilitarão um ambiente mais limpo e higiênico para todos”.

Lúcida, Elisabeth do Couto, de 68 anos, vive no abrigo há seis anos e aprova a ação. Como professora aposentada, ela entende muito bem a importância do protagonismo dos estudantes. “Gosto muito quando eles nos visitam. É uma sucessão de aprendizado. Eles me ensinam e eu passo algumas coisas que eu aprendi da vida. O meu maior orgulho é pensar que serão homens e mulheres de caráter e com grande futuro”, finaliza.

Confira a galeria de fotos Aqui.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema FIEMT / SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT / CEP 78049-940